Crônicas: a pele do meu anjo pegou fogo - Queimando Neurônios - Impulsionando Sinapses
#Label3{background:green;}

QN NEWS 24h!$type=carousel$author=hide$comment=hide$count=6$show=home$cl=4

Ciências!$type=carousel$author=hide$comment=hide$count=6$show=home$cl=4

Tech!$type=carousel$author=hide$comment=hide$count=6$show=home$cl=4

Mundi!$type=carousel$author=hide$comment=hide$count=6$show=home$cl=4

Crônicas: a pele do meu anjo pegou fogo

A grande dor é cômica, porque é mais fácil rir. Uma velha conta uma história trágica. Trágica para quem a sente na pele.

A grande dor é cômica, porque é mais fácil rir. Uma velha conta uma história trágica. Trágica para quem a sente na pele.

Crônicas: a pele do meu anjo pegou fogo - Coluna do DairenkonOs bairros subdesenvolvidos são solos férteis para a proliferação e sustento das donas de casa vigias, ou dona-vigias, para facilitar. Sem discrição, e incômodas como pernilongos no verão, impunham suas presenças sufocantes em cada esquina; sentavam-se nas varandas improvisadas, ou nos pés de portas, tão familiarizados, que se tivessem bocas, diriam: "aqui senta minha eterna companheira". Assim mesmo, sem ponto de exclamação. Há de se entender a razão dessa afirmativa melancólica: dê-lhes mais alguns anos, e a banda única e carnuda, estaria marcada como um fóssil na pedra. Queima-se a Terra nos fogos ardentes de 15 infernos, ou inunda-a com 3 dilúvios: a vigilante estaria fixa no lugar, marcando a nádega única.

Dou-les imagem à uma delas: tinha ancas amplas, que a permitia trespassar as portas de perfil. A pele era de um negro apagado, e o rosto de toupeira. O cão mais vadio e esfomeado, possuía um orgulho diamantino para não mendigar-lhe carinho: — era-se preciso um nível de miserabilidade mais nobre, para ter-se as pelancas doentes esfregadas nas pernas. Acredito que se reunissem cães em centenas, esfomeados como três mendigos, e colocassem-na abarrotada dos mais cheirosos e suculentos petiscos, a senhora passaria dez, quinze vezes, ilesa das pulgas caninas, e das carícias doentias. O animal escolhe à quem esfregar o focinho infectado.

Pois bem. A mesma tinha o dom de irritar: diga-lhe um só nome, e a dona informaria até quantas vezes mastigou fulano o bife acebolado no ano tal.

Aparentemente, num dia normal, onde a velha impunha sua onipresença sobre-humana, ela ria sozinha no seu lugar achatado e fossilizado. Gargalhava como uma hiena, e jogava-nos nas vistas, os dentes amarelados de café e fumo. Até as rugas sorriam, quase saltavam da face medonha. O garoto perguntou-a o motivo da graça. Segredou-lhe o fato: Chris, a vizinha do 103, apanha do namorado.

Contar-lhes-ei o caso. O nome real era Ariana, mas de ariana nada tinha. O cabelo era moreno e a pele lambida pelo sol belo-horizontino, era bronzeada. De onde tiraram o apelido de "Chris", não se sabe. O corpo só não era arte por não estar em exposição. Em contraponto, as roupas eram repetidas, surradas. Sempre o mesmo vestido azul com flores verdes.

O namorado em questão, era anão. Tinha o rosto retorcido e a cabeça enorme, e não saía de casa nem a fogo. As pernas roliças como salames estavam atrofiadas. Chris, caridosa como uma Madre Teresa de Calcutá, olhava-o com pena, como num quadro de Portinari. Por não sair de casa, ninguém o visitava. Muitos nem sabiam da sua existência, e juravam de pés juntos que Chris era solteira. O anão de Velasquez, se achava Deus ou Diabo, e punia sorrindo, a companheira: queimava-lhe a pele, e colecionava cicatrizes. Em consequência, diz a dona, a moça ardia em chamas, quando esta, provava algum sentimento mais profundo. A pele machucada queimava, e nem as lágrimas martíricas apaziguavam a pele ou a fúria do namorado. A filantropa, se prendia, como se tivesse uma correia nos pés. E tinha. Metaforicamente, tinha. A pena que ele exalava, envolvia muitas vezes, os olhos da moça, e a fazia chorar por noites.

Indagada o porquê do riso esganiçado, onde até as rugas faziam festa, a mulher de cadeiras flácidas, afirmou com o peito cheio, e com a maior obviedade do mundo: "a grande dor é cômica". Por efeito, não mais compreendi o porquê dos velórios não serem um espetáculo de stand up, mas sim, em contrapartida, uma trama cabisbaixa e silenciosa.

ASSINE JÁ O QN!

Grátis
Interativo
Sem propagandas

Só colocar seu email!


    Ciência Simples
  1. Universo
  2. Física
  3. Teorias
  4. Eco
  5. Bio
  6. Geologia
  7. A Ciência por trás de
    Tecnologia
  1. Linux
  2. Softwares
  3. Review
  4. Hardware
  5. Web
  6. Games
    Sociedade
  1. Religião
  2. Filosofia
  3. História
  4. Ética
    Entretenimento
  1. Games
  2. Animes
    Especiais
  1. Recomendação
  2. Polêmicas
  3. Infográfico
  4. Comemoração
    Podcasts
  1. QNs Tradicionais
  2. QN NEWS
  3. Domingo com Limonada
  4. Queimando Circuitos
  5. QN ESPECIAL
  6. Queimando Velas
    Colunistas
  1. Dairenkon
Powered by:
Nome

+Bio +Eco +Saúde A Ciência por tŕas Animes Arquitetura Arte Café Analítico Ciência Simples Coluna do Dairenkon Comemoração Crônicas Domingo com Limonada Engenharia Ética Filosofia Fisica Games Geologia Hardware História Infográfico Linux Mundi Paleontologia Polêmicas Pop QN CASTS QN ESPECIAL QN NEWS QN NEWS 24h Queimando Circuitos Queimando Velas Química Recomendação Religião Sci News Softwares Tech Tech News Temporada 1 Temporada 2 Temporada 3 Teorias TOP 5 Tech Universo Velharia Web
false
ltr
item
Queimando Neurônios - Impulsionando Sinapses: Crônicas: a pele do meu anjo pegou fogo
Crônicas: a pele do meu anjo pegou fogo
A grande dor é cômica, porque é mais fácil rir. Uma velha conta uma história trágica. Trágica para quem a sente na pele.
https://4.bp.blogspot.com/-_wy47HD0yYY/WiX21-HG4AI/AAAAAAAAWFQ/lS95034rWZEQajM62K5ZA3R1va-9HaDdACLcBGAs/s640/cronica%2B1.png
https://4.bp.blogspot.com/-_wy47HD0yYY/WiX21-HG4AI/AAAAAAAAWFQ/lS95034rWZEQajM62K5ZA3R1va-9HaDdACLcBGAs/s72-c/cronica%2B1.png
Queimando Neurônios - Impulsionando Sinapses
http://www.queimandoneuronios.com.br/2017/12/pele-do-meu-anjo-pegou-fogo.html
http://www.queimandoneuronios.com.br/
http://www.queimandoneuronios.com.br/
http://www.queimandoneuronios.com.br/2017/12/pele-do-meu-anjo-pegou-fogo.html
true
1599119633527199605
UTF-8
Nenhum post achado VEJA TUDO Veja! Reply Cancel reply Delete Por Inicio PAGINAS POSTAGENS Veja tudo RECOMENDADO PARA VOCÊ Marcadores Arquivos Pesquisar ALL POSTS Não achamos nada que tenha esse resultado, tente pesquisar por uma única palavra e usar acentuação.. Voltar para o inicio Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sabado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Augosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atras $$1$$ minutos atras 1 hora atras $$1$$ horas atras Ontem $$1$$ dias atras $$1$$ semanas atras mais de 1 mês atrás Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy